Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

Igreja Antiga de Santo André de Vagos

A igreja de Santo André de Vagos terá sido reconstruída no século XVII, crendo-se ter sido edificada sobre uma primitiva capela anexa a um hospício de templários, orientada a poente, sobre a elevação contornada por ribeiro que desagua no Rio Boco.

Tem frontão de fachada triangular de remate cruciforme, com porta reta encimada por janela quadrangular e painel de azulejo com a Aparição da Virgem do Rosário de Fátima, produzido pela Fábrica Aleluia de Aveiro. A torre sineira adjacente, ao seu lado direito, tem coruchéu em pirâmide octogonal, com pináculos piramidais nos ângulos e rematada por catavento. Na moldura da janela sineira frontal apresenta data inscrita de 1813, ano da conclusão da sua construção.

Do seu património tem particular interesse as imagens de Santo André, do século XVI, e de São Sebastião, expostas no retábulo em talha dourada da capela-mor de estilo neoclássico, oitocentista, com sacrário e pintura no pano central alusiva à devoção ao Santíssimo Sacramento, datada de finais da década de 50 do século XX. Na nave, expõe a imagem do Sagrado Coração de Jesus, de início do século XX, em madeira policromada, da autoria do escultor Guilherme Ferreira Thedim, sobrevivente dos primitivos retábulos laterais desaparecidos. Mantém, sob a torre sineira, a primitiva pia batismal em calcário, de planta octogonal. Em 1961, sofreu obras de ampliação, construindo-se um corpo anexo na lateral esquerda, com o projeto do eng. António Martins Gamelas, subtraindo-se o púlpito e o coro alto e revestindo-se, a lambrim de azulejo, a nave, em 2001.

A paróquia de Santo André, instituída em 29 de junho de 1956 e desanexada da Paróquia de São Tiago de Vagos, fez construir, em 1983, uma nova igreja paroquial.

A festa em honra de Santo André de Vagos celebra-se no dia 30 de novembro.

ANCIENT CHURCH OF SAINT ANDREW OF VAGOS