Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

Reviver a Aldeia do Boco

Reviver as tradições da Aldeia do Boco é o que se pretende para os dias 27 e 28 de julho, com atividades e experiências únicas, ligadas à tradição da aldeia, desde a oficina de Carneiro de Santo Inácio, visita às azenhas, jantar típico no arraial, recriação da vida no vale e um piquenique no moinho!

O evento, organizado pela associação PRO.BOCO, em parceria com a Câmara Municipal de Vagos, Junta de Freguesia de Soza e AIDA - Gal Aveiro Sul, incluirá diversas atividades, na sua maioria limitadas e sujeitas a inscrição.

O evento inicia-se às 15h00 do dia 27 de julho, com o acolhimento na eira da Ti Graça e, pelas 15h30, “Há Casamento na Aldeia!” onde será possível assistir à saída dos noivos da capela e participar na antiga e típica tradição da aldeia, onde a madrinha do noivo, oferece o Folar de Cornos aos que por ali se encontram, para atirar arroz e pétalas de flores aos noivos. Esta atividade é gratuita!

Pelas 16h30, vai ser possível ver como é confecionado o prato típico da aldeia, o Carneiro de Santo Inácio, passear pelas levadas e provar produtos locais na “Oficina do Carneiro de Santo Inácio”. Esta atividade é limitada a 25 participantes, com inscrição obrigatória (8,00€/adulto, 5,00 €/crianças dos 4 aos 12 anos e gratuito para crianças até aos 3 anos).

Ao final do dia, pelas 19h00, o Largo da Capela do Boco, será animado com uma atuação musical do “Chico da Eira”.

Mais tarde, será possível provar a gastronomia típica da aldeia, no Largo da Capela do Boco, com o “Jante no arraial”. O jantar inclui entradas à moda do Boco, Carneiro de Santo Inácio (prato típico local) e doces à moda antiga! O jantar será acompanhado com o bailarico no arraial, assim como vários jogos tradicionais para toda a família. Esta atividade é limitada a 40 participantes, com inscrição obrigatória (20,00€/adulto, 10,00€/crianças dos 5 aos 10 anos e gratuito para crianças até aos 4 anos).

No domingo, dia 28, às 09h30, não perca a recriação “Há Vida no Vale!”, onde será possível assistir à recriação da vida de um moleiro nas Azenhas do Boco. Na Azenha Ti Luísa, será recriado “O trabalho do moleiro” e, na Azenha Barreto, “O dia-a-dia familiar”. De seguida, realizar-se-á uma caminhada onde será possível assistir a diversas encenações sobre a vida no vale do Boco, em diversos locais ao longo do caminho, como os “trabalhos agrícolas”, “O lavar da roupa na levada”, “Ir buscar a água à fonte”, “Apanhar a erva”, “Encher as dornas” e “Contar/abicar canas”. Esta atividade é gratuita mas limitada a 30 participantes e sujeita a inscrição.

Inscrições brevemente