Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

“VAGOS, O NOSSO NATAL” FOI UM SUCESSO

“VAGOS, O NOSSO NATAL” FOI UM SUCESSO
vnn_2
vnn_3
vnn_4
vnn_5
vnn_6
vnn_7
vnn_8
10 Janeiro 2023

De 16 a 24 de dezembro, o Município de Vagos, realizou a iniciativa “Vagos, o Nosso Natal”, que levou a vários espaços da vila muitas atividades que, ao longo do evento, trouxeram milhares de pessoas a Vagos para assistirem aos diversos momentos, de forma descentralizada. O inquérito de satisfação ao público está a ser desenvolvido e os seus resultados serão conhecidos em breve. 

Em 2022, a iniciativa ocorreu no Largo da Biblioteca Municipal João Grave, onde esteve a Casa de Natal, na Praça da Corredoura com o seu magnífico Carrossel, na Praça da República onde estiveram os jogos e o carrossel tradicional, no Pavilhão Municipal de Vagos que acolheu o espetáculo de Natal para os alunos do pré-escolar, 1º e 2º ciclo, no auditório do Centro de Educação e Recreio de Vagos, que teve as atuações da Escola de Música de Calvão e da Escola Art'z Dance e na Igreja Matriz de Vagos que voltou a ter o concerto de Natal do Coral Polifónico de Santa Cecília, de Calvão. 

Dentro das novidades apresentadas, de salientar o Mercadinho de Natal, com quatro expositores em cada uma das praças, onde os visitantes puderam encontrar de tudo um pouco. Desde chocolate e vinho quente, às mais diversas iguarias da época e com muito artesanato à mistura. Em todos os dias houve teatro infantil, animação de rua e jogos tradicionais. 

A cerimónia de abertura ocorreu na tarde de dia 16, com a presença de diversas entidades e a atuação musical da dupla Fábio Rocha e Rodolfo Figueiredo, e ainda, a encerrar a noite, o concerto da Jenny & Leandro. 

O dia 17 ficou marcado pelas incríveis Histórias do Madaleno no Largo da Biblioteca, o concerto de Verónica Matias na Praça da República e da Escola de Música de Calvão no auditório do CER. 

No dia 18, a Igreja Matriz de Vagos recebeu o concerto de Natal do Coral Polifónico de Santa Cecília de Calvão, mas o destaque vai mesmo para a espetacular chegada do Pai Natal a Vagos. O único Pai Natal certificado da Península Ibérica foi recebido em festa por uma multidão, viajando no Flint dos Bombeiros Voluntários de Vagos ladeado pelas icónicas figuras da Disney, a Minnie e o Mickey. 

A tarde ficou ainda marcada pela atuação da Escola Art’z Dance e a noite pela sensacional atuação da BandaPolk. 

Nos dias 19 e 20, o pavilhão Municipal de Vagos recebeu o espetáculo "O Nosso Natal" organizado pelo Município em parceria com o Agrupamento de Escolas de Vagos e a Banda Vaguense, para um universo de 1500 crianças do pré-escolar, do 1º e 2º ciclo.

No dia 21, o pavilhão teve o terceiro momento deste espetáculo, já com a presença das famílias. Neste dia atuou também, na Praça da Corredoura, a dupla Diogo e Beatriz, sendo que, no dia 22 foi a vez de Nuno Cipriano fazer a sua interpretação musical na Praça da República. 

No dia 23, o vencedor dos Ídolos, João Couto, deu espetáculo no Largo da Biblioteca e centenas de crianças de vários pontos da região e do país, visitaram o Pai Natal na Casa de Natal. 

O último dia ficou marcado pelo encontro musical com a princesa Elsa Mafarrica, que levou muitas meninas e meninos à Biblioteca Municipal de Vagos. 

Em jeito de balanço geral, o “Vagos, o Nosso Natal”, em formato descentralizado e com um cartaz cultural bastante diversificado foi bastante participado, quer por vaguenses, assim como por visitantes da região e de outros pontos do país que desfrutaram de 9 dias de pura animação natalícia, um pouco por todo o centro da vila de Vagos. 

Para a Vereadora com o pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Vagos, Dulcínia Sereno, “esta versão descentralizada das comemorações natalícias em Vagos, tem um balanço manifestamente positivo, quer do ponto de vista das atividades culturais, ao ar livre e nos espaços fechados, assim como pela participação das pessoas no Mercadinho de Natal. A este propósito, quero agradecer a participação dedicada de todos os expositores.”

Dulcínia Sereno destacou também a afluência de público, apesar das condições climatéricas, por vezes, bastante adversas referindo que “foi com muito agrado que vi imensas famílias que vieram ver a iniciativa, não só de Vagos, mas também de outros pontos do país, como Aveiro, Ílhavo, Oliveira do Bairro (mais próximos) e Lisboa, Chaves, Leiria e Faro, que são destinos mais distantes”. 

Quanto ao feedback deixado a Vereadora da Cultura congratula-se “pela manifestação de satisfação da grande maioria das pessoas que nos visitaram, elogiando o evento e fazendo menção de voltar em futuras oportunidades”. Assume que “há situações, como acontece sempre a serem melhoradas” e agradece a participação “de muitas pessoas no inquérito de satisfação que estamos a levar a cabo e que brevemente será comunicado, mas que já posso dar conta de que apresenta resultados francamente positivos”.