Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

CAÇA À ACÁCIA NA ÚLTIMA SEMANA DE MAIO

CAÇA À ACÁCIA NA ÚLTIMA SEMANA DE MAIO
13 Maio 2022

 

No âmbito da Bandeira Azul e inserida na iniciativa “Semana sobre Espécies Invasoras 2022: Portugal & Espanha (SEI 2022)”, que terá lugar de 21 a 29 de maio, o Município de Vagos, em conjunto com 150 alunos e professores da Escola Secundária de Vagos, Colégio de Calvão e EPADR partirão à caça de acácias. 

 A acácia é uma invasora que se estabeleceu no nosso concelho há muitos anos. Cada exemplar pode produzir, anualmente, milhares de sementes. Significa que o terreno, onde estas acácias se encontram, está repleto de sementes e que estas só esperam as condições ideais para germinarem. O abate de árvores, os incêndios, são ótimas oportunidades para que isso aconteça. 

Em 2016, o Município de Vagos tomou parte num projeto  GANHA, em parceria com a Universidade de Coimbra, a Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos e o RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel e a ESAC – Escola Superior Agrária de Coimbra, financiado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR). 

Este projeto teve como um dos objetivos a libertação, num setor do perímetro florestal de Vagos, de um agente de controlo natural, a Trichilogaster acaciaelongifoliae (um pequeno inseto australiano). A “Trichi” (como também é conhecido) põe ovos nas gemas florais da acácia-de-espigas, diminuindo assim a formação de flores e com isso o número de sementes. A planta forma uma galha sempre que é picada. É nessa galha que centenas de pequenas “Trichi” passam cerca de um ano até saírem à procura de outras tantas gemas florais, recomeçando o ciclo. Ou seja, quanto mais galhas, menos sementes!