Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

LUZ VERDE PARA O PROJETO DE EXECUÇÃO DA LIGAÇÃO DA ZONA INDUSTRIAL DE VAGOS À A17

LUZ VERDE PARA O PROJETO DE EXECUÇÃO DA LIGAÇÃO DA ZONA INDUSTRIAL DE VAGOS À A17
25 Janeiro 2024

No decurso da Reunião de Câmara de dia 18 de janeiro foi aprovado, por unanimidade, o projeto de execução da ligação da Zona Industrial de Vagos à A17.

Esta aprovação representa um passo significativo para a concretização de uma obra estruturante no Município de Vagos que potencialmente representará uma significativa mais-valia para as empresas sedeadas no concelho, sendo que possibilitará uma aposta ainda mais forte na atração de investimento para Vagos e que aportará ao concelho significativos ganhos logísticos para o empresariado local.

Esta ligação encontra-se prevista no PDM desde 2009, tendo sido desenvolvido um projeto de execução a partir de 2020. Esta obra, já teve o seu início efetivo, nomeadamente através da desafetação de mais de 400 de um total de 485 parcelas de terreno por auto de expropriação amigável. O presente projeto de execução da ligação da Zona Industrial de Vagos à A17 contempla quatro troços, devidamente interligados, com início na Zona Industrial de Vagos, passando pela Caminho dos Cavaleiros que posteriormente conectará ao cruzamento com a Estrada Nacional 109, na freguesia de Santo André de Vagos, onde se fará a ligação com a A17.

Este projeto teve em conta a importância do cruzamento das vias de trânsito, tendo sido adotada a solução de construção de cinco rotundas ao longo da via, nos cruzamentos e entroncamentos mais relevantes, e o ordenamento dos entroncamentos e cruzamentos através de sinalização vertical e horizontal, com pavimentação das serventias. Todo o percurso será acompanhado por uma ciclovia, o que aumentará significativamente a mobilidade suave e sustentável no concelho de Vagos.

A presente empreitada terá um custo estimado de 5.800.000€, com financiamento previsto, por fundos comunitários, ao abrigo do quadro comunitário Portugal 2030 em cerca de 2.000.000€.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Vagos, Silvério Regalado, “esta é uma obra de grande importância estrutural para o concelho de Vagos no seu todo, mas com especial enfoque nos empresários e nas suas empresas, na capacidade logística que vão ganhar, depois da conclusão da mesma.” O autarca destacou ainda o facto de “com esta empreitada o Município ganhará uma nova centralidade industrial, passando a Zona Industrial de Vagos a ter uma localização mais privilegiada o que pode potenciar a atração de investimento para este polo industrial”. As preocupações com a mobilidade suave e sustentabilidade ambiental mereceram, também, um comentário por parte de Silvério Regalado que considera “que esta é uma prioridade que o Município tem sempre tido aquando da requalificação das suas redes viárias, nomeadamente no que concerne às zonas de indústria com ligação a áreas habitacionais.”