Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

XV EDIÇÃO DOS “SABICHÕES” – 20 ANOS DE SABEDORIA

XV EDIÇÃO DOS “SABICHÕES” – 20 ANOS DE SABEDORIA
10 Maio 2019

Concurso Cultural Inter-Freguesias “Os Sabichões” 2019

Nove anos passados desde a última edição do concurso os “Sabichões” em 2010, ei-lo que regressa a Vagos nos dias 17 e 18 de maio, no CER – Centro de Educação e Recreio de Vagos.

Este concurso surgiu para promover o Centro de Educação e Recreio de Vagos. Segundo o mentor do projeto que começou em 1997, Alexandre Ferreira, diz que “Nestes 14 anos foram 56 noites de espetáculo, 140 equipas, 180 horas em que o público participou… (…) Por isso, reavivar os «Sabichões» era um desejo de todos nós”.

Este ano e para celebrar os 80 anos do CER – Centro de Educação e Recreio de Vagos, a XVª edição do concurso vai contar com a participação de 9 equipas – uma equipa por freguesia e com a Associação Dunameão.

Este concurso obriga a uma pré-inscrição, sendo que cada equipa deve dirigir-se à sede da Junta de Freguesia da sua área de residência.

Breve historial

O início do Concurso Cultural Inter-Freguesias “Os Sabichões” foi pautado por um objectivo simples: dar a conhecer a toda a população do concelho de Vagos o novíssimo (1997) Auditório do Centro de Educação e Recreio como uma futura sala de cinema e como um espaço cultural nobre para todo o concelho. A direção do CER estava convicta de que a melhor estratégia publicitária para aquele espaço não seria a distribuição de panfletos ou a afixação de cartazes mas a organização de um evento que trouxesse as freguesias ao Auditório, que tivesse impacto jornalístico e que elevasse os principais objetos sociais da instituição: a Cultura e a Educação. É verdade que não era esperado que, nos anos seguintes, o concurso continuasse mas, como o vernáculo atesta “tinha pernas para andar”… e andou.

O presente concurso, desde 1997 e interrompido em 2011, preencheu, anualmente e sem interrupção até à data referida, 4 noites de Sábado, em cada uma das freguesias do concelho (pré-reforma administrativa), com animação, boa disposição e cultura nas mais diversas áreas do conhecimento. Regras bem definidas, uma máquina organizativa bem montada e experiente, preparação prévia exaustiva, competência, responsabilidade, pedagogia, prioridade aos valores culturais, éticos e morais, sentido estético bem apurado e conhecimento profundo do público-alvo são algumas das caraterísticas que definem as traves mestras do sucesso do concurso.

A 56 noites de espetáculo puro que se desenrolaram ao longo de 14 anos, permitiram a mais de 140 equipas de 3 elementos participar em atividades culturais e lúdicas, em representação da sua freguesia (ou da Associação Dunameão). Foram mais de 180 horas em que a participação do público ocupou espaço nobre em palco, algo pouco vulgar em apresentações deste cariz e o resultado para a plateia sempre foi indescritivelmente bom. Foram 30 as pequenas peças de teatro originais que este concurso trouxe para deleite da assistência. O júri contribuiu com 168 presenças sempre sábias, idóneas e esclarecedoras.

As associações que tomaram a responsabilidade de organizar este concurso nas várias freguesias muniram-se de equipas mais ou menos numerosas, mas sempre competentes e responsáveis e conseguiram provar que são capazes de muito fazer pela sua freguesia e/ou associação. O número de participantes em equipas de organização ultrapassa largamente os 250 devendo também constituir um motivo de orgulho para o concurso e para o concelho de Vagos.

Houve ainda oportunidade, em 2011 e 2014, de organizar, através de uma parceria entre a Câmara Municipal de Vagos e o Agrupamento de Escolas de Vagos, duas edições de uma adaptação deste concurso aos alunos do 1º ciclo do Ensino Básico (3º e 4º anos de escolaridade) intitulada “Os Sabichões Estão na Escola” que fez as delícias dos mais novos.