Passar para o Conteúdo Principal
Logótipo CM Vagos

ENTREGA DE CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO DO PNVBA - PROGRAMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA BANDEIRA AZUL 2018

ENTREGA DE CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO DO PNVBA - PROGRAMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA BANDEIRA AZUL 2018
03 Janeiro 2019

Decorreu no final de dezembro, na Câmara Municipal de Vagos, a cerimónia de entrega dos certificados de participação no PNVBA - Programa Nacional de Vigilância Bandeira Azul 2018.

Esta cerimónia contou com a presença da Coordenadora do PNVBA, Filipa Neves, que aproveitou a ocasião para felicitar os participantes no programa e o Município de Vagos, uma referência a nível nacional, pelo apoio a este tipo de atividades.

O Presidente da Câmara, Silvério Regalado, deu nota da importância deste programa no decorrer da época balnear, pela importância na monitorização do cumprimento dos critérios da Bandeira Azul e pela implementação das diversas atividades de caráter ambiental, nomeadamente na atividade "Caça à Beata" e nos diversos inquéritos que foram realizados aos veraneantes.

O que é o PNVBA?

O PNVBA é apoiado pela Fundação Vodafone, desde 2005, no âmbito do “Projeto Praia Saudável” – resulta de uma parceria entre a Marinha Portuguesa, o Instituto da Água, o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Associação Bandeira Azul da Europa – e tem como objetivo “contribuir para o aumento da segurança e da qualidade do ambiente nas praias, assim como da acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada e da sensibilização de todos os frequentadores das zonas balneares para estas questões”.

Assim, no âmbito do Programa Bandeira Azul, os 33 coordenadores regionais e/ou os jovens vigilantes visitam todas as praias galardoadas uma vez por semana, acompanhados de uma checklist e reportam de forma rápida e eficaz, todas as situações que necessitam de intervenção, por forma a garantir que as praias não perdem a excelência atestada pelo galardão Bandeira Azul.

Com o PNVBA procura-se ainda aumentar a quantidade e qualidade de informação recolhida, possibilitando uma melhor gestão das zonas balneares; estimular o contato direto dos jovens com a natureza e melhorar o conhecimento da realidade onde se inserem; promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens com atividades de interesse coletivo; contribuir para a formação de cidadãos participativos e sensibilizar o utilizador para a necessidade da preservação das zonas balneares e envolventes.