C.M. Vagos - Voltar ao início
Concelho
Concelho > Síntese Histórica
Síntese Histórica
A origem dos povos de Vagos é muito remota, não havendo memória da sua primeira fundação. Há quem afirme terem sido os celtas os primeiros povoadores. Outros, baseados em referências toponímicas referem a existências do lugar de “Vacus”, na Época Romana.

A génese do Concelho de Vagos e a sua evolução relacionam-se diretamente com a Ria de Aveiro. A laguna denominada Ria de Aveiro iniciou a sua formação durante o séc.XII, devido principalmente aos materiais que se foram deslocando da plataforma continental pelas águas marinhas e se foram depositando na orla da praia, formando assim um cordão litoral de areia. O avanço deste cordão até ao séc.XVI foi progressivamente separando o mar do estuário onde desaguavam os rios Vouga, Águeda e Cértima, atingindo a Capela da Senhora das Areias e formando um porto amplo e abrigado, propício à instalação de um povoado.

Após a reconquista cristã, o rei D. Sancho I, então dedicado ao povoamento, fez a doação da Ermida de Santa Maria de Vagos ao Mosteiro dos Frades do Convento de Grijó. Na época havia ainda vestígios de uma torre medieval, que teria sido construída para vigilância da terra contra os piratas berberescos e normandos, que assolavam a costa.

Para além destes, também os fenícios, gregos e romanos, deixaram marcas de ocupação nestas terras. Enquanto navegavam nas águas do esteiro do Boco, frequentavam estas paragens, utilizando um estaleiro romano, que terá servido, senão para a construção de navios, pelo menos para a sua reparação e manutenção.

Tendo estas terras condições naturais para o estabelecimento da população, não só pelo solo de características agrícolas, como também, pela facilidade de comunicação com o mar, abundância de peixe e pela existência de condições favoráveis ao estabelecimento de marinhas de sal, foram tomadas providências para o seu povoamento, por D. Sancho I. Pelas suas características estratégicas era sede do Concelho a Vila de Soza.

Em 1646 faleceu o último comendador da Vila, tendo então, sido extinto o concelho com a reforma administrativa liberal. Com o regime constitucional passou o Concelho de Vagos por várias vicissitudes, fixando-se na sua forma e extensão atual.
INÍCIO  |   MAPA DO SITE  |   CONTACTOS
2010 Todos os Direitos Reservados - Câmara Municipal de Vagos
Rua da Saudade, 3840-420 Vagos
Telefone: 234 799 600 | Fax: 234 799 610
E-mail: geral@cm-vagos.pt
Acessibilidade
Wiremaze